Seja bem vindo ao nosso site SISTEMA HORIZONTE DE COMUNICAÇÃO LTDA!

Buscar  
WhatsApp 81 3621.1566
Hora Certa

Peça sua Música

Pedir

William

Carpina

Dilsinho refém ...

William

Carpina

Ezo rabelo meio caminho andado...

sara vasconcellos

recife-pe

Insano-Brunno Carvalho...

maria luiza dias

recife

barreiras-brunno carvalho...

otavia guimaraes

olinda-pe

lembro-brunno carvalho...

Pedro Ximenes

Recife

Cê Sabe - Nanda Queiroz...

Mural

Enviar mensagem

William

[22/7 10:00] William: Bom dia querida tenha uma ótima semana muita p...

Jenner Azevedo

Muito feliz em fazer parte dessa equipe entusiasmada e competente. Agrade&c...

Humberto Marques

Parabéns pelo site. Está muito show. Não paro de acess...

Fabricio Nunes

Toda equipe do site está de parabéns pelo belo trabalho, cont...

Sandro

Parabéns a Toda Equipe do Site! Agora é noticia em tempo real...

Bento Junior

Parabéns Sucesso!!! Voces estao de parabéns pela iniciativa...

Tamiris

vcs estao de parabéns!! adorei o novo site estar masa pricipalmente ...

Publicidade Lateral
sos crédito
Casas Bahia
Pitú
d+asas
LAB ATENDE
auto escola sigabem
Anuncio do site SISTEMA HORIZONTE DE COMUNICAÇÃO LTDA
CHAT ONLINE

Digite seu NOME:

Fan Page
Estatísticas

Visitas: 414440

Usuários Online: 2

Brasil

Antônio Moraes, Botafogo e outros 20 parlamentares e ex-parlamentares serão investigados pelo MPPE

Publicada em 04/09/19 às 23:25h - 242 visualizações SISTEMA HORIZONTE DE COMUNICAÇÃO LTDA

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Antônio Moraes, Botafogo e outros 20 parlamentares e ex-parlamentares serão investigados pelo MPPE
 (Foto: Divulgação - Voz de Pernambuco)

O deputado estadual Antonio Moraes (PP), o prefeito de Carpina e ex-deputado Manuel Botafogo (PDT) e outros 20 parlamentares e ex-parlamentares da assembleia legislativa de Pernambuco (ALEPE), além de empresas, serão investigados pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Com base em auditoria do Tribunal de contas de Pernambuco (TCE-PE), a 14ª promotoria de justiça de defesa da cidadania da capital noticiou as irregularidades em despesas com verbas indenizatórias entre os anos de 2015 e 2016. A informação foi publicada no diário oficial do MPPE, no último dia 2 de setembro.

Em publicação da 43ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, são alvos Álvaro Porto de Barros, Antônio de Morais Andrade Neto, Antônio Geraldo Rodrigues da Silva, Claudiano Ferreira Martins Filho, Cleiton Gonçalves da Silva, Clodoaldo Magalhães Oliveira Lyra, Francismar Mendes Pontes, João Eudes Machado Tenório, Joaquim Elias Carneiro de Lira, Joel Maurino do Carmo, José Humberto de Moura Cavalcanti Filho, José Roberto Santos de Moura Accioly, Júlio Freire Cavalcanti, Manuel Severino Da Silva, Marcantônio Dourado, Maria do Socorro Holanda Muniz Falcão do Espírito Santo, Odacy Amorim de Souza, Ricardo José de Oliveira Costa, Rogério Araújo Leão, Romário de Castro Dias Pereira, Vinícius Labanca, José Flávio Alves do Nascimento, Alexsandra Carneiro Farias dos Santos, F F Consultoria e Assessoria Técnica Ltda. – ME, T R Locação de Veículos Ltda, Shirleidy Osny Dantas Papelaria ME, Beltrão & Assunção Cursos, Assessoria e Qualificação Profissional Ltda. – ME e S & Silva Entregas Rápidas LTDA – ME.

Em relatório, o TCE-PE apontou:

  1. Recebimento de verba indenizatória face à apresentação de notas fiscais emitidas por empresas suspeitas de existência apenas formal e que receberam valores de gabinetes parlamentares entre os anos de 2015 e 2016, no total de R$ 872.003,20;
  2. Recebimento de verba indenizatória face à apresentação de notas fiscais com quantitativos incompatíveis com a demanda de gabinete parlamentar;
  3. Recebimento de verba indenizatória face a notas fiscais emitidas por empresa não especializada e sem atuação comprovada no mercado e;
  4. Recebimento de verba indenizatória sem efetiva comprovação da despesa com locação de veículos.

O MPPE aponta ainda que o recebimento de verbas indenizatórias pelos 22 deputados estaduais, em face de apresentação de documentos fiscais emitidos, por empresas constituídas apenas documentalmente ou até mesmo sem capacidade operacional para fornecimento de bens contratados, no valor total de R$ 1.916.222,70.

“Embora os deputados estaduais que apresentaram as notas fiscais das empresas fictícias tenham devolvido os respectivos recursos aos cofres públicos, as irregularidades subsistem, porquanto a devolução voluntária dos recursos configura o reconhecimento da irregularidade cometida” afirma o órgão ministerial.

O Inquérito civil público tem o objetivo de investigar sob a ótica de improbidade administrativa, a conduta de parlamentares e ex-parlamentares da Assembleia legislativa de Pernambuco (ALEPE), em razão do recebimento de verba indenizatória mediante a apresentação de notas fiscais emitidas por empresas suspeitas de existência apenas formal; recebimento de verba indenizatória face à apresentação de notas fiscais com quantitativos incompatíveis com a demanda de gabinete parlamentar; recebimento de verba indenizatória face a notas fiscais emitidas por empresa não especializada e sem atuação comprovada no mercado e; recebimento de verba indenizatória sem efetiva comprovação da despesa com locação de veículos.

Fonte: Voz de Pernambuco



ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Parceiros
Parceiro 03Parceiro do SISTEMA HORIZONTE DE COMUNICAÇÃO LTDA

Copyright (c) 2022 - SISTEMA HORIZONTE DE COMUNICAÇÃO LTDA - Todos os direitos reservados
Converse conosco pelo Whatsapp!
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD